Culinária terapêutica - Beterraba

 

Beterraba - Por Lais Guru Suroop Kaur

 

                Dentro dos ensinamentos de Yogi Bhajan, a beterraba é um alimento importante para a manutenção da saúde, por sua propriedade de limpar o fígado e o trato digestivo.

                Da beterraba podemos consumir tanto as folhas como as raízes. As folhas podem ser consumidas em saladas ou refogadas e têm quase as mesmas indicações da raiz. A raiz pode ser consumida crua ou cozida. Yogi Bhajan recomendava uma monodieta de folhas e raízes de beterraba cozidas para tratamento de hemorróidas.

 

                Em relação ao suco de beterraba, sua recomendação é que ele nunca deva ser tomado puro, mas, em pequenas porções, misturados a outros sucos, como cenoura ou maçã. Isto porque o suco é extremamente forte e pode causar efeitos desagradáveis, como vômitos. No entanto, misturado a outros sucos tem efeitos excelentes sobre a saúde. Como exemplo, o suco de cenoura e beterraba, além de ser excelente para o fígado, elimina as toxinas e fortalece o sistema imunitário.

                A cor da beterraba vem da betacianina, uma substância que tem efeitos contra o câncer. As beterrabas são ricas, também, em ácido fólico, que é importante para manter a saúde do coração e do cérebro e potássio, que é importante para a função muscular e atividade metabólica em geral. Além disso, na sua composição encontramos potássio, magnésio, ferro, Vitaminas A, B6 e C, zinco, proteínas e fibras solúveis.

                No livro “Food as Medicine”, do Dr Dharma Singh Khalsa, encontramos a seguinte indicação para a beterraba: “de acordo com a terapia nutricional yóguica, as mulheres podem se beneficiar ao comer beterrabas durante o ciclo menstrual porque ela repõe o ferro perdido no sangue, Por isso, as beterrabas são um complemento importante no tratamento de anemia por deficiência de ferro”.

 

                Algumas recomendações terapêuticas usando a beterraba, por Yogi Bhajan:

 

- No 11o dia da lua, cuide de seu fígado e, desta forma, viverá mais tempo e sem problemas. Neste dia, cozinhe separadamente no vapor, as folhas, talos e folhas da beterraba e corte-os em talos grandes e consuma

- Para o fígado, rale as beterrabas com queijo cottage, misture, coloque em cima um pouco de pimenta negra, páprica e sal.

- A beterraba e a cenoura ao vapor, ou assadas, têm um efeito de limpeza sobre o fígado. Se, durante 15 dias, comer a cenoura e a beterraba cozidas no vapor, antes de o sol se por, ficará livre da mucosidade

 

                De acordo com o Ayurveda, a beterraba tem sabor doce, sendo um pouco quente e um pouco úmida, com efeito pós-digestivo doce. Normalmente diminui Vata, mas, em excesso, pode aumentar Pitta e Kapha. Em pequenas quantidades, como um suco, são bem terapêuticas para as doenças de fígado de Pitta. Em excesso, elas agravam o fogo. São utilizadas de forma medicinal, em Ayurveda, para doenças uterinas, constipação e hemorróidas. Rica em ácido fólico, por isto é benéfica para o sistema reprodutivo feminino.

 

Receita : Beterraba no feijão

Por Leila Gusmão

                Cozinhe o feijão e reserve. Quando for preparar o refogado do feijão, rale uma beterraba e refogue até que fique macia. Amasse com um garfo. Acrescente o feijão e cozinhe até o cado engrossar.

 

Receita: Beterraba à parmegiana

Fonte: Livro Food as Medicine – Dr. Dharama Singh Khalsa

- 2-3 beterrabas

- 2 colheres de sopa de azeite

- 1 cebola grande picada

- 4-6 dentes de alho picados

- 1 pedaço pequeno de gengibre finamente picado (opcional)

- 1 lata de molho de tomates

- 8 folhas de manjericão fresco

- ¼ colher de chá de pimenta vermelha esmagada

- sal a gosto

- queijo parmesão ralado

 

                Cozinhe as beterrabas na pressão por 10 minutos, ou ferva em água, até que fiquem macias. Tire a casca e rale as beterrabas. Reserve.

              Refogue a cebola, o alho e o gengibre no azeite até ficar amarronzado. Acrescente o molho de tomates, o manjericão e o sal. Cozinhe por 5 minutos.

                Adicione as beterrabas raladas e cozinhe por mais 5 minutos.

 

              Coloque numa assadeira e cubra com queijo parmesão ralado na hora. Asse por 25 minutos.

culinária terapêutica

Please reload

Posts em destaque

Tratamento da Insônia - Plantas Medicinais

27/03/2018