Aprendendo com as mudanças de estação

 

      "O tempo passa rapidamente e em sua passagem vão ocorrendo transformações: da juventude para velhice, da saúde para doença, da vida para morte. É preciso enxergar nas estações do ano ensinamentos para transformação construtiva da doença para saúde, da velhice para jovialidade, da morte para vida. E nesse caminho de retorno ir modificando nossa mente, nossa mentalidade, cultivando o eterno em nós: a força do espírito"

Mestre Liu Pai Lin

 

     A Medicina Tradicional Chinesa fala em 5 estações no ano: primavera, verão (quente e seco), verão tardio (quente e úmido), outono e inverno.

 

     Cada estação tem características próprias e traz uma energia perversa peculiar que afeta determinado par de órgãos e nosso estado emocional.

 

     No mês de março se encerra o VERÃO TARDIO, quente, abafado e chuvoso. Sua energia perversa é a UMIDADE que afeta o funcionamento do elemento Terra em nós: baço-pâncreas e estômago.

 

     Sem atentarmos em criar momentos de descanso verdadeiro e manter a mente serena ao menos boa parte do tempo, o elemento Terra bastante suscetível à umidade, entra em desequilíbrio e tudo se torna motivo para EXCESSO DE PENSAMENTO e PREOCUPAÇÃO.

 

     No corpo pode se manifestar problemas como dores e fraquezas musculares, má circulação, maus humores, edemas, distúrbios urogenitais com risco de tumores, gastralgias, refluxos...

 

     A Medicina Tradicional Chinesa mostra que o elemento Terra é que gera energia para manter em equilíbrio o elemento Metal: pulmão e intestino grosso. Na estação seguinte, OUTONO, que tem como energia perversa a SECURA, pulmão e intestino grosso são os orgãos de choque. Sem a força protetora de baço-estômago dificilmente pulmão e intestino grosso escaparão dos efeitos lesivos da secura outonal.

 

     Nesta estação a energia na natureza começa a retrair, se recolher em preparação para a chegada do inverno. Observamos então árvores abrindo mão de folhas e galhos pois está recolhendo energia para o tronco, preservando-se para passar pelo inverno e mais adiante alcançar nova primavera.

 

     "A natureza é uma lousa plena de ensinamentos" ~ Mestre Liu Pai Lin

 

     Portanto no outono, agarrar ao que nos desgasta, nutrindo pensamentos e emoções focados em preocupações excessivas, raivas, indignações, medos, angústias, é o que de pior podemos fazer por nós, pois tudo se torna um caldo de cultura para importantes quadros de TRISTEZA e depressão.

 

     No corpo pode se manifestar toda uma gama de problemas pulmonares, de pele e intestinais.

 

     "Os verdadeiros inimigos não estão fora. Estão dentro de nós" ~ Mestre Liu Pai Lin

 

     Assim, enquanto o VERÃO TARDIO ensina sobre CONFIANÇA e FÉ para combater a tendência a preocupação, o OUTONO ensina sobre DESAPEGO e RECOLHIMENTO DE ENERGIA para não cairmos em estado profundo de tristeza.

 

     Observar e entender que cada estação do ano envolve mudanças na grande natureza e em nós é ter olhos para ver e mudar nossa mente, nossa mentalidade, percebendo os desafios da vida como oportunidades de aprendizagem e maturidade espiritual.

 

     Isto pode nos levar no inverno da vida a uma segunda primavera: velhice com autonomia e lucidez preservadas, coração leve e compassivo, entendimentos alargados e fé viva. Desta forma quando fizermos o check-out do Grande Hotel Terra, poderemos dizer sem julgamentos, com dignidade e gratidão a tudo e todos: "Valeu!!"

 

     "Por ser uma prática do amor, o praticante do Tai Chi se é velho torna-se jovem, se é feio torna-se belo, pois ao longo do tempo, seus defeitos se amainam e suas qualidades ganham força"

 

Mestre Liu Pai Lin  (1905-2000)

 

Por: Josefina Goes Nunes (discípula de Mestre Liu Pai Lin)

culinária terapêutica

Please reload

Posts em destaque

Tratamento da Insônia - Plantas Medicinais

27/03/2018

1/6
Please reload

Posts recentes